A potência de não pertencer

Quem te inspira a continuar lutando? Não no sentido mais extraordinário da palavra, de enfrentar adversários. Lutar no sentido de viver mesmo. De manter as contas em dia, o ânimo com o emprego, os filhos bem vestidos, a casa organizada

Por uma vida mais autêntica

A vida, no entanto, não segue scripts. Nem nossos desejos e sonhos, por mais que tentemos encaixá-los num sistema pré-moldado. Não somos robôs. Existe algo da experiência humana que escapa da lógica do mercado de consumo.

Retrospectiva feminista: o que aprendemos com 2018

Dezembro é um mês de desacelerar, respirar fundo e colocar os pensamentos no lugar. Para alguém chegada a rituais como eu, o último mês do ano é um momento de retrospectivas, de fazer balanços. É preciso fazer as pazes com

Pelo direito de resistir

A campanha eleitoral que acabou no último domingo foi, sem sombras de dúvida, uma das mais desgastantes dos últimos anos. Sentimos na pele os ânimos acirrados, a desunião e o ódio presentes nas discussões políticas entre pessoas próximas. Saímos despedaçadas,

Frida, sempre Frida

O que torna uma pessoa inesquecível? Que tipo de personalidade faz com que ela vire um símbolo para as próximas gerações? Sempre me pego pensando nesse tipo de pergunta quando lembro de Frida Kahlo. Nenhuma mulher pode se dar ao

Masculinidade tóxica: como estamos criando nossos meninos?

Falamos muito sobre a necessidade de desconstruirmos os estereótipos de mulher – seja o da beleza padrão que o mercado publicitário nos impõe ou mesmo dos comportamentos e papeis sociais que ditam as maneiras certas de ser mulher. Nesse rol

Chega de sermos só coadjuvantes

Museus têm alguma coisa que me atrai profundamente. Não sei ainda dizer se são os laços com o passado, o modo de colocar o presente em perspectiva – e mostrar que o mundo e a arte já foram feitos de

Feminismo combina com política?

“O feminismo é um movimento político?” Fui surpreendida pela pergunta de uma amiga enquanto conversávamos. Ela, uma menina que nunca se envolveu com política e que até tinha certa desconfiança de movimentos político-partidários de esquerda, tentava entender porque nunca tinha

Falar sobre aborto no Brasil ainda é tabu?

Essa pergunta me atormentou nas últimas semanas, enquanto tentava comparar o processo de descriminalização do aborto na Argentina com a realidade brasileira. A minha experiência pessoal me faz acreditar que o aborto é pauta que merece ser debatida, pois afeta

O feminismo, os produtos culturais e a conquista de novos espaços

Se declarar como feminista, hoje em dia, não causa mais tanto estranhamento como causava há alguns anos. Não é mais algo vergonhoso, raro ou radical. Se tornou até algo “da moda”. Atrizes, cantoras e outras mulheres famosas colam sua imagem