Amamentação: o que eu tenho a ver com isso?

Conhecer e discutir o que leva a metade das crias brasileiras a não receber o líquido dourado é, a meu ver, necessário. Lutar pelas pautas que podem auxiliar o aumento nos índices de amamentação é obrigação de toda a população. Não adianta apenas dizer que “é melhor” e as mães que lutem.

AMO MEUS FILHOS, MAS ODEIO A MATERNIDADE. SERÁ MESMO?

As mulheres estão se sentindo liberadas (algumas) para dizer que não gostam da maternidade, que ser mãe não é algo maravilhoso para elas. Eu mesma, no texto que escrevi ano passado para o Especial Maternidades, li comentários dizendo que aquela

“E tu, pretende ter filhos?”

Pergunta o moço. “Depende… mas por hora não tenho parceria o suficiente pra isso…” Foi assim que a conversa sobre as nossas expectativas quanto filhos, família, trabalho, vida terminou naquele dia… Descobri a sensação maravilhosa de “apresentar o mundo” pra

Especial maternidades: Mãe solo e negra, um ativismo solitário

Caroline Moreira* Falar de maternidade solo e feminismo negro é falar de um ativismo totalmente solitário. Busco no coletivo e na força de minhas irmãs de lutas motivos para permanecer lutando e ocupando espaços que não foram feitos para mim