AMO MEUS FILHOS, MAS ODEIO A MATERNIDADE. SERÁ MESMO?

As mulheres estão se sentindo liberadas (algumas) para dizer que não gostam da maternidade, que ser mãe não é algo maravilhoso para elas. Eu mesma, no texto que escrevi ano passado para o Especial Maternidades, li comentários dizendo que aquela

Quando o equilíbrio frágil vira desequilíbrio: um relato ordinário de mais uma mãe

A correria do dia-a-dia é pesada. Trabalho, casa, filhos. O banho é sempre correndo, a casa nunca está organizada, o uniforme da escola nunca está limpo, a comida nunca está boa, o sono nunca é o suficiente, nunca sobra tempo.

Especial maternidades: Mãe solo e negra, um ativismo solitário

Caroline Moreira* Falar de maternidade solo e feminismo negro é falar de um ativismo totalmente solitário. Busco no coletivo e na força de minhas irmãs de lutas motivos para permanecer lutando e ocupando espaços que não foram feitos para mim