Setembro (verde e) Amarelo

ue esse mês da prevenção ao suicídio, em meio a um cenário de crise política, social, econômica e sanitária, de perseguição a opositores políticos e de ameaças golpistas, nos lembre daquilo que é mais importante: cuidemos de nós, cuidemos uns dos outros e cuidemos da nossa tão duramente conquistada democracia. Por todos aqueles que já se foram. Por todos aqueles que lutam diariamente para ficar.

Quando o equilíbrio frágil vira desequilíbrio: um relato ordinário de mais uma mãe

A correria do dia-a-dia é pesada. Trabalho, casa, filhos. O banho é sempre correndo, a casa nunca está organizada, o uniforme da escola nunca está limpo, a comida nunca está boa, o sono nunca é o suficiente, nunca sobra tempo.